Que queres dizer com “meu devido lugar”? Ninguém sabe o seu devido lugar nesta vida e cada um de nós procura o seu próprio jugo. O lugar do comerciante Judas Petunikoff é nos trabalhos forçados, mas ele passeia-se pelas ruas em plena luz do dia e até quer construir uma fábrica. O lugar do nosso professor devia ser ao lado de uma mulher boa e de meia dúzia de filhos, mas ele está na taberna do Vaviloff. E tu mesmo vais procurar um lugar de lacaio ou criado, mas eu vejo que o teu lugar é entre os soldados, porque tu não és burro, és paciente e compreendes a disciplina. Estás a ver? A vida baralha-nos como se fôssemos cartas, e é apenas por acaso, e mesmo então, não por muito tempo, que acertamos no nosso lugar!

In “Seres que outrora foram humanos”, Máximo Gorki

Advertisements